Pesquise aqui

28 de julho de 2016

O amor de Deus

Vou transcrever aqui uma mensagem que recebi via rede social. É um lindo texto que fala sobre o amor de Deus por nós.

" O amor de Deus não se apoia no nosso. A abundância do amor que você tem não aumenta o dEle. Sua falta de amor não diminui o dEle. Sua bondade não melhora o amor dEle, nem sua fraqueza o dilui.
Deus ama você simplesmente porque optou agir assim. Ele o ama quando você não se sente digno de ser amado. Ele ama você quando ninguém mais o ama. Os outros podem abandoná-lo, divorciar-se de você e ignorá-lo, mas Deus vai amá-lo. Sempre. Não importa o que aconteça. "

Está aí. É um texto bem curto mas que fala bem forte ao nosso coração e nos dá uma ideia do grande amor de Deus por nós. Nós somos tão imperfeitos e limitados e por esse motivo muitas vezes não compreendemos toda a dimensão desse amor por nós. Sim, porque o amor de Deus é perfeito e não tem fim.

 

23 de julho de 2016

Salmo 6 - " Davi recorre à misericórdia de Deus e alcança perdão "

" Senhor, não me repreendas na tua ira, nem me castigues no teu furor.
Tem misericórdia de mim, Senhor, porque sou fraco; sara-me, Senhor, porque os meus ossos estão perturbados.
Até a minha alma está perturbada; mas tu, Senhor, até quando?
Volta-te, Senhor, livra a minha alma; salva-me por tua benignidade.
Porque na morte não há lembrança de ti; no sepulcro quem te louvará? " (Salmo capítulo 6 do 1 ao 5)

Neste post a leitura e meditação será no salmo 6 e como está transcrito acima, o salmista e rei Davi faz uma oração a Deus e começa pedindo a sua misericórdia. Ele suplica que não seja repreendido e nem castigado quando o Senhor estiver irado porque dessa forma, ele decerto pereceria.
Em seguida Davi pede misericórdia  pois é fraco e fala que os seus ossos estão perturbados como também a sua alma. Davi clama por livramento e por salvação ao dono da vida e justifica o seu pedido dizendo "Porque na morte não há lembrança de ti; no sepulcro quem te louvará?".
Davi era um servo de Deus mas, como todo homem mortal ele era também um pecador e cometia erros mas nem por isso ele deixava de buscar ao seu Deus suplicando-lhe perdão. Ele sabia que era falho mas sempre estava recorrendo à misericórdia do Senhor e eu creio que é isso o que devemos fazer também nos dias de hoje. Precisamos nos achegar a Deus, nos humilharmos para alcançarmos o perdão de nossos pecados pois, enquanto não fizermos isso, não poderemos ter nenhuma paz, nenhum alívio para a nossa alma.
Estamos vivendo em uma época muito difícil onde as coisas desta terra têm ocupado muito espaço em nossa vida e quantas vezes  nos distanciamos de Deus e das coisas celestiais. Muitas vezes temos tempo para tudo menos para buscarmos ao Senhor. Colocamos a nossa vontade, os nossos planos e sonhos sempre em primeiro lugar e acabamos nos esquecendo de colocar o Rei Eterno em nossa vida, em nosso coração. Mas uma hora a cobrança chega e aí vemos que, sem Deus não somos nada, sem a Sua maravilhosa presença em nossa vida, pereceremos um dia. E quando chega a doença, a dor, o medo e a morte bate em nossa porta? E agora o que podemos fazer se não tivermos o dono da vida para nos ajudar, para nos livrar?  Que não apenas em momentos de angústia e aflição mas que, em todo momento possamos buscar ao Senhor e pedir que Ele nos livre porque na morte não poderemos nos lembrar de Suas maravilhas e no sepulcro não há nenhum louvor. Vamos pedir perdão dos nossos pecados para que alcancemos misericórdia.

Continuando a leitura deste salmo:
" Já estou cansado do meu gemido; toda a noite faço nadar a minha cama: molho o meu leito com as minhas lágrimas.
Já os meus olhos estão consumidos pela mágoa, e têm envelhecido por causa de todos  os meus inimigos.
Apartai-vos de mim todos os que praticais a iniquidade; porque o Senhor já ouviu a voz do meu lamento.
O Senhor já ouviu a minha súplica; o Senhor aceitará a minha oração.
Envergonhem-se e perturbem-se todos os meus inimigos; tornem atrás e envergonhem-se num momento. " (Salmo capítulo 6 do versículo 6 ao 10)

Davi relata que está passando por um grande sofrimento. Ele tem gemido, ele tem chorado e se encontra muito magoado por causa de seus inimigos. Sim, o servo de Deus passa por momentos difíceis também. Passa por angústia e aflição. Passa pelo fogo e passa pela água mas a diferença é que ele não passa sozinho, ele não é abandonado. Portanto, se você também se encontra como o rei Davi, não se desespere e nem perca a esperança. Clame ao Senhor teu Deus, se humilhe para Ele pois a vitória virá, você será ouvido como Davi foi.
O salmista deseja ficar distante daqueles que praticam a iniquidade, quer dizer, daquelas pessoas que não temem ao Criador, pecam e não se arrependem.
Ele fala que já foi ouvido por Deus e que, a sua oração foi aceita. Há algo melhor do que isso? Ser ouvido e perdoado por Deus e finalmente poder ficar em paz? Certamente não há.
No último versículo vemos que todos os inimigos de Davi ficarão envergonhados e perturbados. Eles tornarão atrás e não mais atacarão o servo do Altíssimo sabe por que? Porque eles não podem com Deus. Desde o momento em que o homem tem o Senhor ao seu lado, nada poderá lhe vencer.
Então é isso. Vamos orar, vamos recorrer à misericórdia divina para alcançarmos perdão e sermos livres e salvos porque, tenha certeza, ninguém pode com este Deus.


Se você quiser ler o último post (Salmo 19), ele está aqui .





 

10 de julho de 2016

Salmo 19: " A excelência da criação e suas leis, assim como da palavra de Deus "

" OS céus manifestam a glória de Deus e o firmamento anuncia a obra das suas mãos.
Um dia faz declaração a outro dia, e uma noite mostra sabedoria a outra noite.
Sem linguagem, sem fala, ouvem-se as suas vozes,
Em toda a extensão da terra, e as suas palavras até ao fim do mundo. Neles pôs uma tenda para o sol,
Que é qual noivo que sai do seu tálamo, e se alegra, como um herói, a correr o seu caminho.
A sua saída é desde uma extremidade dos céus, e o seu curso até à outra extremidade deles; e nada se furta ao seu calor. " ( Salmo 19 e versículos do 1 ao 6 ).

Até aqui vemos toda a beleza e excelência da criação de Deus. Eu, particularmente amo o primeiro versículo deste texto e na verdade, os demais versículos são também muito lindos e poéticos. Eles representam em palavras o que o Criador fez para nós, toda a exuberância do céu, o início e o fim de um dia, a chegada da noite, o percurso do sol...
E o que podemos aprender e assimilar com tamanha perfeição? É muito simples: que quem fez tudo isso foi Deus e o que Ele faz é lindo, bom e perfeito e por isso toda glória deve ser dada a Ele.
Ele criou os céus, e a terra e o mar e continua no comando de tudo. Então, é só olharmos para o céu e contemplarmos toda a sua beleza ( coisa que eu adoro fazer ), observar lá longe o horizonte para lembrarmos do poder e da majestade do Senhor e assim, louvar o Seu Santo Nome. Como o versículo 1 diz: "Os céus manifestam a glória de Deus e o firmamento anuncia a obra das suas mãos."

Mas a excelência do Rei da Glória não para por aí. Ele não é perfeito apenas na criação da natureza e sim também na criação de Suas leis porque continuando a leitura deste salmo, a Sua palavra diz nos versículos seguintes:

" A lei do Senhor é perfeita, e refrigera a alma: o testemunho do Senhor é fiel, e dá sabedoria aos símplices.
Os preceitos do Senhor são retos, e alegram o coração: o mandamento do Senhor é puro, e alumia os  olhos.
O temor do Senhor é limpo, e permanece eternamente; os juízos do Senhor são verdadeiros e justos juntamente.
Mais desejáveis são do que o ouro, sim, do que muito ouro fino; e mais doces do que o mel e o licor dos favos.
Também por eles é admoestado o teu servo; e em os guardar há grande recompensa. " ( Salmo 19 e versículos do 7 ao 11 ).

Viu? A lei do Senhor é perfeita, ou seja, não tem nenhum erro, não possui nenhum engano. É uma lei justa e agradável porque também refrigera a nossa alma, faz bem ao nosso interior, abençoa a nossa vida.
Os preceitos divinos são retos e até alegram o coração; o mandamento divino é puro e alumia os olhos.
Os Seus juízos são ao mesmo tempo verdadeiros e justos por isso eles são mais desejados do que o ouro, do que muito ouro fino. Trazem mais alegria do que as riquezas e são mais doces do que o mel e toda a doçura que exista. Sim, você pode acreditar porque tudo o que vem desse Deus é bom e nos faz bem, traz inúmeros benefícios à nossa alma e bênçãos para a nossa vida porque como o próprio versículo 11 nos afirma: " Também por eles é admoestado o teu servo; e em os guardar há grande recompensa." Está vendo? Quando seguimos as leis do Criador, quando obedecemos à Sua Palavra, somos recompensados e essa recompensa não é pequena. Quando andamos com Deus não tememos a nada e também nada nos falta porque Ele é Bom e Justo.

E para terminar essa meditação vou deixar abaixo os três últimos versículos desta palavra maravilhosa . Na verdade se trata de uma oração, de um pedido do salmista Davi e que deve ser o nosso pedido também pois somos pecadores:

" Quem pode entender os próprios erros? expurga-me tu dos que me são ocultos.
Também da soberba guarda o teu servo, para que não assenhoreie de mim: então serei sincero, e ficarei limpo de grande transgressão.
Sejam agradáveis as palavras da minha boca e a meditação do meu coração perante a tua face, Senhor. Rocha minha e Libertador meu! " ( Salmo 19 e versículos do 12 ao 14 ).

Que o Senhor de toda a terra e de toda a criação que existe nos ajude e nos guarde da soberba, do orgulho porque realmente nós não somos nada e somente Ele que é tudo para todos e o Único a quem devemos dar glória e louvor. Só a Ele e toda a glória pra Ele! Aleluia! Glória a Deus e Louvado seja o Teu Santo Nome hoje e sempre!
Que sejam agradáveis as nossas palavras e a meditação do nosso coração perante a face do Senhor.
Ele é a nossa Rocha, o nosso porto seguro, a nossa fortaleza. Não podemos viver bem sem a Sua presença em nossa vida. Ele é o nosso Libertador! É somente o Rei Eterno que nos liberta do pecado e das garras do diabo e somente Ele que pode nos livrar do mal.


Flickr - Foto de
 Scristia